(11) 4210-0106 [email protected]
Verão
R$ 3.612
Reserva Online
Cotação
Nome Completo*
Email *
Data da Viagem*
Quantas pessoas*
Comentários*
*Por favor, preencha todos os campos obrigatórios para prosseguir ao próximo passo.

Reserva Online

Salvar na Lista de Desejos

Adicionar item à lista de desejos requer uma conta

43

Por que reservar com a gente?

  • Porque Somos Experts na Patagonia
  • Temos Tarifas Especiais
  • Fácil de Reservar
  • Roteiros Prontos para Viajar

Está com dúvidas?

Não hesite em nos chamar. Somos uma equipe de especialistas e ficaremos felizes em conversar com você.

(11) 4118-9958

[email protected]

  • DURAÇÃO5 Dias
  • MELHOR ÉPOCAOutubro a Abril
  • IDEAL PARACasal, Aventureiros, Sozinhos

Patagonia Chilena Express

0
O que esperar
Por Jefferson Gonzalez - Especialista em Patagonia
Se você tem pouco tempo ou vai dar uma passada por Santiago do Chile e pensa em dar um pulo na patagonia chilena, este pode ser um bom roteiro para você fazer. Só evite o inverno, pois as trilhas podem estar fechadas por neve e pode ser que alguns passeios não estejam funcionando.
 
De Santiago do Chile para Punta Arenas ou Puerto Natales (se tiver voos disponíveis), você terá um tempo de voo ao redor de 3h:20min. Desde Puerto Natales, onde terá que se hospedar, fará todos os passeios para o Parque Nacional Bernardo O’higgins e para o Parque Nacional Torres del Paine. São 3 tours de dia inteiro na qual você terá a oportunidade de conhecer muito bem a região da patagonia chilena. O tour base Torres é puxado, com alta intensidade no trekking, mais de 20km e quase 10 horas de atividades dentro do Paine. Você não pode ser um sedentário, se não vai sofrer demais, e quem sabe não chegar no topo, onde estão as Torres.

Nos outros dias as atividades não exigem nenhuma atividade física, apenas relaxar e curtir os dois parques. Para quem não tem muito tempo, este roteiro vale a pena.

Incluído no Pacote

  • Traslados aeroporto / estação de ônibus, em Punta Arenas ou Puerto Natales;
  • Ticket de ônibus para Puerto Natales se chegar por Punta Arenas;
  • Excursão de Trekking Base Torres, em Torres Del Paine;
  • Full Day Parque Torres Del Paine com almoço;
  • Navegação ao Glaciares Balmaceda e Serrano, em Parque Nacional Bernardo O'higgnis ;
  • Imposto IOF para remessa ao exterior de 6,38%
  • Guias bilíngues: Espanhol e Inglês

Não está incluído no Pacote

Recomendações

  • Botas de trekking
  • Meias Térmicas
  • Calça de trekking
  • Camisa térmica
  • Fleece ou Polar
  • Jaqueta térmica e impermeável
  • Protetor Solar
  • Protetor Labial
  • Gorro
  • Luvas
  • Camisetas
  • Boné ou Chapéu
  • Carregador de celular portátil
Fotos
Itinerário

Dia 1Chegada em Puerto Natales

Recepção no aeroporto de Punta Arenas e traslado ao terminal regular de ônibus para iniciar a viagem a Puerto Natales. Recepção no terminal de ônibus e traslado até sua hospedagem.

Dia 2Torres Del Paine - Tour Trekking Base Las Torres Parque Nacional Torres Del Paine

Partida às 07:00. do hotel em Puerto Natales, em direção ao Parque Nacional Torres del Paine, deixamos o veículo no começo do caminho, começando uma caminhada de dificuldade média alta e uma duração aproximada entre 7 a 8 horas. que nos levará à base das três torres de granito “Las Torres del Paine”. Para este dia, temos contemplado um almoço Box Lunch durante a viagem do por do sol de volta a Puerto Natales.

Dia 3Puerto Natales | Tour Dia inteiro visitando Torres Del Paine | Retorno Puerto Natales

Saída do seu hotel para iniciar uma excursão durante todo o dia ao Parque Nacional Torres del Paine visitando Silla del Diablo, Caverna Milodón, Lagoa Sofia, Cordilheira Prat, Lago Portefio, Lagoe Sierra del Toro, Serra Ballena, Cuernos del Paine, Lago Grey, Rio Paine, Salto Grande, Nordenskjold Mirador del Lago, Lago Sarmiento, Laguna Amarga, Cascada Paine. Voltando ao fim do dia para Puerto Natales. Desembarque no hotel de passageiros. Para este dia nós contemplamos um almoço durante a excursão.

Dia 4Puerto Natales - Tour Navegação Glaciares Balmaceda e Serrano Parque Nac Bernardo Ohiggins

Transfer do hotel para o cais em Puerto Bories às 7h30.
Comece a navegação pelo Canal Sefioret e o Fiorde Ultima Esperanza, onde é possível ver cormorões, cachoeiras e montanhas. Velejamos por 3 horas até chegarmos à frente da geleira Balmaceda localizada no monte momonimo. Mais 15 minutos de navegação e chegamos a Puerto Toro, onde está localizada a entrada do Parque Nacional Bernardo O’Higgins.

A partir daqui, inicia-se uma caminhada de 25 minutos em baixa dificuldade até a geleira Serrano, após uma hora embarcamos no barco em direção à Estância Perales, onde um almoço típico nos espera na área. Terminado o almoço, embarcamos em direção a Puerto Bories, chegando por volta das 17h, para pegar o traslado de volta ao hotel.

Dia 5Puerto Natales - Punta Arenas (Aeroporto) - Santiago

Transfer do hotel para o terminal de ônibus regular, para iniciar uma viagem de duas horas e meia para o aeroporto de Punta Arenas. Embarque para o voo a Santiago.

Mapa
Perguntas Frequentes

Sou um viajante solitário, tem algum valor extra?

O valor de um viajante “single” aumenta apenas quando há divisão de custos, como por exemplo em transfers privados, tours privados e hotelaria. Como a maioria de nossos roteiros são regulares, compartindo transfers, tours e guias com outros viajantes do mundo, não há nenhum custo extra salvo em alguns casos específicos. Se você vai viajar sozinho entre em contato com nosso Chat, email ou fone para retirar suas dúvidas.

Qual a moeda mais aceita na Patagonia?

Na Argentina a moeda é o peso argentino e a cotação você pode acompanhar pelo site http://www.bna.com.ar/Personas .
A dica é levar seus reais ou dólares e trocá-los no Banco de La Nación, no saguão do Aeroporto Internacional, que oferece cotação melhor do que o quiosque que fica dentro da área das esteiras de retirada de bagagem.

No Chile, a moeda é o peso chileno e a taxa de câmbio pode ser conferida diariamente no https://www.cambiosantiago.cl/ . É recomendável levar dólares e trazer dólares se sobrarem, pois no Brasil não tem cotação para o peso chileno com boas cotações. As melhores taxas estão nas casas de câmbio do centro das cidades.

Devo reservar os tours e a hotelaria previamente ou posso deixar para reservar no local?

É totalmente recomendável reservar com antecedência, tanto os tours quanto as hospedagens, pois na Patagonia não há muitas opções de empresas fazendo tours e muito menos uma quantidade suficiente de camas para as altas temporadas (inverno para ver a neve e o verão que é a melhor época para ver as paisagens). Praticamente tudo fica lotado durante as altas estações. Reserve com tranquilidade e antecedência para não perder tempo lá.

Qual é a política de cancelamento?

A política de cancelamento depende do tempo que antecede a viagem e os respectivos serviços e tours. Entre em contato com a nossa equipe que iremos auxiliar você.

Quando ir?

A melhor época do ano para visitar a patagonia depende do que você quer visitar ou vivenciar. Por exemplo, o verão é melhor para caminhadas, ver os lagos cristalinos, observar geleiras, visitar os parques nacionais, observar fauna, realizar cavalgadas,etc… e no verão os dias são muito longos. Já o inverno é indicado para quem quer curtir o branco e o fascínio da neve, com uma boa gastronomia e os famosos vinhos na beira da lareira. E tudo é possível quanto ao clima na Patagônia, pode nevar em janeiro e fazer lindos dias de sol no inverno. Aqui, a surpresa faz parte da viagem!

O que levar?

O clima é sempre uma surpresa. Portanto, esteja preparado. Mesmo no verão, leve roupas contra o frio e o vento, inclusive gorro e luvas. O ideal é carregar sempre uma pequena mochila com esses acessórios, mesmo que o dia pareça lindo. Alguns itens que não podem faltar são: protetor solar e labial, óculos escuros, água, um abrigo para o frio e uma boa máquina fotográfica. Como em alguns passeios você vai andar por trilhas, traga também um bom tênis ou bota de trekking já amaciado. Os ítens principais estão em cada roteiro.

É necessário vacinas para ir a Patagonia?

Não, não é necessário vacinas para ir a Patagonia.

Quais os documentos necessários para visitar a Patagonia argentina e chilena?

Documentação: Brasileiros não precisam de visto para entrar na Argentina e no Chile. Basta apresentar passaporte com validade mínima de 6 meses ou carteira de identidade com menos de 10 anos e em bom estado (não pode estar plastificado).

Se você for de carro ou moto, terá de portar todos os documentos exigidos nestes países. Consulte os sites dos consulados e providencie com antecedência:
www.congechile.com.br
www.brasil.embajada-argentina.gov.ar

Posso fazer os passeios se tenho alguma dificuldade física? E mesmo que eu não tenha eles tem alguma dificuldade?

Para visitar a maioria dos atrativos durante as excursões, não é necessário preparo físico, sendo acessível para qualquer pessoa em condições normais. Se forem passeios de dificuldade mais alta eles serão informados nos tours.
Pessoas com dificuldades físicas devem entrar em contato com a gente para montarmos um roteiro personalizado, pois há passeios que não é possível realizar pelas dificuldades locais.

Como é levar crianças para Patagonia?

Levar crianças para Patagonia é um tema importante, pois há muita gente que acha impossível levar e muita gente que acha que não tem problema nenhum. Como tudo na vida, é importante ter bom senso, você conhece seus filhos melhor que ninguém, e sabe se ele está preparado para encarar o frio, o vento, passeios mais longos, sem possibilidades de desistir no meio e outras questões mais. Eu particularmente indico viajar com crianças acima dos 03 anos de idade (eles já curtem e você também). Importante: Mesmo no verão, prepare seu filho para encarar o Frio!! Roupas mais que adequadas sempre!!

Que tipo de roupa levar?

Esta informação é clássica e básica: Tudo para frio em Regiões Austrais. E além disso, sem frescuras. Nada de roupas para night, jantares, saltos altos, sapatos clássicos, tenis bonitinhos, etc…basicamente todo mundo vai jantar nos restaurantes simples com a mesma roupa suja que se aventurou durante o dia…
A lista completa das roupas e acessórios indicados estão nos tours. Qualquer dúvida fale com a gente.

Qual a temperatura média que vou ter durante minha viagem?

Obviamente que depende do Onde e Quando, mas saiba uma coisa, ele é extremamente variável. Muitos falam: A Patagonia tem as 4 estações do ano no mesmo dia. Lá você pode ver o vento fortíssimo e a calma total, um pouco de chuva e um pouco de sol, tudo no mesmo dia.

Na Patagonia argentina o clima é mais variável, pois ele altera desde a patagonia austral, andina e atlântica, fazendo ter temperaturas médias no inverno de -2ºC na patagonia austral e andina até 40ºC no verão da Patagonia norte – zona do Rio Negro e Neuquén.
Na patagonia chilena, a média é entre 3º e 7ºC mas no verão a temperatura média vai para 6º e 12ºC. A patagonia chilena é mais inóspita, mais perto do Campo de Gelo continental e com mais recepção da chuva que vem do pacífico.

Para ter maiores clarezas sobre o clima da patagonia argentina e chilena, você pode dar uma olhada nos seguintes sites:

Clima na Patagonia argentina: https://www.patagonia-argentina.com/el-clima-en-la-patagonia/
Clima na Patagonia chilena: http://patagonia-chile.com/site/informacion/clima-y-geografia/

Vou conseguir ver os pinguins?

Também depende de Onde e Quando.
Os lugares ideias para visitar são: Punta Tombo, perto de Puerto Madryn, entre os meses de outubro a março, Ilha Martillo no Canal de Beagle perto de Ushuaia, Ilha Magdalena, entre outubro e março, perto de Punta Arenas. E outras ilhotas que se visita fazendo alguns cruzeiros especiais pelos fiordes da Patagonia.

Gostaria de ver neve, quando devo visitar a Patagonia?

Para ver a neve na patagonia, com mais segurança, mas não 100% de certeza pois o clima está doido, você deve viajar pra lá a partir do mes de junho até o mes de setembro. Claro que se for para as montanhas e centros de esqui terá mais chance de ver a beleza e “silencio” da neve.

Tem algum passeio que seja de grande dificuldade para um idoso?

Sim, há vários passeios que exigem alto esforço físico para chegar nos pontos principais, fale com a gente que indicamos os melhores tours para os idosos.

Quanto dinheiro devo levar para uma viagem?

Obviamente que a resposta inicial seria: Depende! O tempo, a qualidade da viagem, o que já foi reservado antecipadamente e afins. Mas se você me perguntasse quanto levo por dia para um casal já tendo reservado os tours, transfers, guias, hotelaria etc antecipadamente eu te diria que levar uns U$100 por dia por casal é mais que suficiente se você não exagerar nos presentes, restaurantes chics, etc.

Qual o valor de uma refeição básica por pessoa?

Claro que depende do restaurante e do país – Argentina é mais barato que o Chile, mas eu considero neste momento (agosto de 2019) uns U$15 por almoço e uns U$25 por jantar por pessoa na Argentina e 50% a mais na Patagonia chilena.

Sou celíaca(o), vegetariana(o) ou vegana(o). Terei problemas na alimentação?

Não será fácil, pois a básico da alimentação na Patagonia é feito de muitas massas, peixes, frutos do mar e carne. Se prepare para ter alternativas durante a viagem, pois lá não há grandes campos com alta disponibilidade de vegetais e frutas. Os campos estão há mais de 2oookm de distância. A maioria das frutas são de compotas.

Preciso retirar minha bagagem quando estou fazendo a conexão aérea em Buenos Aires?

Sim, pois tem que passar pela aduana – está entrando em outro país – e logo após realizar o check in novamente e despacho de bagagem.

Onde posso comprar as roupas para viagem? E onde posso alugá-las?

Você pode comprar em lojas especializadas para viagens a montanha, frio, aventura etc. Há locais para alugar as roupas, mas como estas roupas podem ser usadas para frio em outros destinos aconselhamos comprar. A outra questão de aluguel é que as roupas não são das mais novas e nem das mais cheirosas 😉 .